Warning: Parameter 1 to wp_default_styles() expected to be a reference, value given in /home/storage/3/81/ab/winefit/public_html/news/wp-includes/plugin.php on line 580

Warning: Parameter 1 to wp_default_scripts() expected to be a reference, value given in /home/storage/3/81/ab/winefit/public_html/news/wp-includes/plugin.php on line 580

O vinho em viagem

No dia de hoje é impensável que um vinho seja consumido exclusivamente no lugar de produção. Hoje os vinhos são comercializados no mundo inteiro e por isso ele precisa ser transportados as vezes por milhares e milhares de quilômetros. O transporte pode ser para o vinho um momento muito delicado seja ele um vinho mais simples ou um grande vinho. Por isso existem alguns cuidados que permitem que o vinho chegue ao destino em condições perfeitas.

Mas quais são os problemas principais no transporte?    O principal é o movimento físico mesmo, o vinho não gosta de ser muito manipulado e o próprio movimento incomoda o precioso conteúdo das garrafas. Outro problema são as repentinas mudanças de temperatura outro fator que não agrada e que pode agir negativamente na conservação de um vinho.

Durante a delicada fase do transporte precisa então ter alguns cuidados para proteger o vinho de choques, alterações de temperatura ect. Fundamental é usar embalagens adequadas como caixas protegidas, embalagens de isopor. Muitas empresas já estão investindo em containers ou pequenas caixas refrigeradas.

Parece quase incrível, mas uma longa viagem de um vinho quando não adequadamente transportado, ou recentemente transportado pode alterar as caraterísticas organolépticas de um vinho e mudar as notas de degustação. Essas alterações podem influenciar o sabor, a cor e aroma. Por isso é aconselhável deixar descansar os vinhos depois de uma longa viagem, seja de avião, de navio ou de carro.

Isso já foi muito mais encontrado no passado quando os vinhos ainda eram vinificados sem tecnologia, hoje os vinhos tem processo de vinificação feito com conhecimento por competentes enólogos, a maioria deles são filtrados, para não sofrer refermentações indesejadas e tem uma maior qualidade e resistência a choques e repentinas mudanças de temperatura.

A pesar de tudo já falado é difícil, para quem gosta de vinho viajar para fora do Brasil e resistir á algumas tentadoras promoções e comprinhas de grandes vinho á preços atrativos, ou as vezes á trazer vinhos que ainda não são comercializados aqui.

Algumas regras impostas para o Transportation Security Administration limitam a possibilidade de transportar substancias liquidas em aviões a uma quantidade superior de 96ml, nos próprios braço (único lugar aonde temos certeza que vão ter o cuidado necessário) por isso é obrigatório entregar os líquidos como vinho ou azeite na bagagem maior á ser despachada, é claro que é fundamental embalar essas garrafas em embalagens bem resistentes, impermeáveis e muito bem protegidas, sabemos muito bem como são tratadas as bagagem nos aeroportos.

Melhor que nos nossos braços somente em uma linda e charmosa WINEFIT.

Anna Rita Zanier
Sommeliére e colaboradora da WINEFIT